PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 10 DE AGOSTO DE 2022
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

15 DE JUNHO DE 2022

Escola pede troca de alambrado por muro para maior segurança de alunos


Vereador Ciro da Van esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental "Geraldo Bernadino" na tarde desta terça-feira.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (4 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (5 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (6 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (7 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (8 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (9 de 9) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


A construção de um muro no entorno da Escola Municipal de Ensino Fundamental "Geraldo Bernardino" é o pedido que a direção da unidade faz à Prefeitura para aumentar a segurança dos alunos. O alambrado que atualmente cerca o prédio apresenta imperfeições e tem sido facilmente pulado por invasores.

O vereador Ciro Cesar Romualdo, o Ciro da Van (Podemos), esteve na escola na tarde desta terça-feira (14) e, acompanhado da diretora, Andréia de Góis Bertolino, conferiu os pontos que necessitam de manutenção.

Situada na rua João Domingos Bandoria, no Parque Residencial Monte Rey I, a "Geraldo Bernardino" está ao lado de uma mata que, segundo a diretora, costuma servir de esconderijo para usuários de drogas. Também no local são deixados cavalos que, em razão da vazão do alambrado, já avançaram em alunos.

O pequeno trecho de muro hoje existente restringe-se a separar a escola da quadra poliesportiva, usada por seus estudantes matriculados e, nos fins de semana, pela comunidade em geral. O pedido de Andréia é para que a estrutura de concreto contorne toda a unidade. "Conseguimos o muro na divisa da quadra com a escola, mas precisamos dele no perímetro inteiro."

O acesso do público externo à quadra, por sinal, está prejudicado desde que o portão foi roubado e uma tela presa com arame passou a ser improvisada para impedir que a entrada fique desprotegida. "Faz mais de dois meses que pedimos a reposição, pois levaram o portão da quadra", disse Andréia.

A diretora também aponta a necessidade de reparos na cobertura da quadra, para conter a infiltração da chuva, e a colocação de tubulação que ligue o cano que vem da cobertura ao que serve para escoar a água na rede, já que a falta de conexão faz a água cair diretamente na terra e se acumular no fundo da quadra. "Quando fizeram o muro não fizeram nada para escoar a água; tem que interligar o rufo para fora do muro para dar vazão à água", sugeriu.

Andréia contou que os recursos vindos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) não dão conta das obras maiores de que a escola precisa. "Recebemos do FNDE cerca de R$ 12 mil por ano, que usamos para a manutenção da própria escola, mas acabam sendo insuficientes", afirmou.

Ciro da Van telefonou, ainda durante a visita, para o gabinete do secretário municipal de Obras, Paulo Sérgio Ferreira da Silva, para encaminhar as demandas da escola. Na ligação, ele obteve da pasta o consentimento da necessidade das melhorias. O vereador disse que também se reunirá com o secretário municipal de Educação, Bruno Roza, ocasião em que levará os pedidos da comunidade escolar.

"Vamos cobrar isso. Está um transtorno aqui com a falta de muro. A direção não sabe mais a quem recorrer, pois não tem sossego, já que as pessoas na hora do intervalo ficam circulando por ali", disse, sobre a presença de usuários de drogas na mata próxima à escola.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Educação Ciro da Van

Notícias relacionadas