PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 20 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

20 DE AGOSTO DE 2018

Curso reflete sobre comportamento dos eleitores


Atividade da Escola do Legislativo trouxe diferentes tipos de abordagens praticadas pelos eleitores



EM PIRACICABA (SP)  

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa
Salvar imagem em alta resolução

Curso foi ministrado pelo palestrante Diego Sanches Corrêa



“Por que o eleitor vota? Como o leitor vota?”. Estas foram as perguntas que o palestrante Diego Sanches Corrêa fez para os alunos refletirem, no último encontro do minicurso Eleições e Partidos Políticos, realizado na sexta-feira (17) pela Escola do Legislativo da Câmara.

O professor utilizou o paradoxo do voto expressado pelo autor Anthony Downs para motivar a palestra. Ele explicou que se os eleitores fossem movidos apenas pela racionalidade, não sairiam de casa para votar, pois o voto de um indivíduo não é capaz de afetar o resultado final.

Corrêa marcou o encontro com o último tema a ser abordado: o comportamento eleitoral, que possui diferentes abordagens, como a da escolha racional e a abordagem psicológica

Segundo Corrêa, o eleitor pode votar apenas para a sua satisfação pessoal, por acreditar que isto o deixará mais feliz. Ele comentou que o eleitor racional tende a ser visto como auto-interessado, mas que sua percepção das coisas pode não corresponder totalmente com a realidade.

“Se você gosta de um partido e recebe uma informação negativa, você tende a minimizar ou distorcer isso. Quando a informação é positiva, você conta para todo mundo”, esclareceu.

O professor também ressaltou que os eleitores buscam atalhos para economizar tempo na busca de informações, uma vez que precisariam conhecer muito sobre cada candidato para escolher o melhor. Com mais informações, a política do país poderia melhorar. “A educação poderia levar os eleitores a fazer melhores escolhas”, disse.

O palestrante traçou que, historicamente, os partidos brasileiros têm surgido e desaparecido com muita frequência, e que os eleitores ficam sem tempo necessário para processar as suas preferências.

Outro exemplo dado por ele foi a questão da representação. “Se estou preocupado com questões de gênero, tendo a votar em uma mulher. Se eu defendo as cotas raciais, tendo a votar em um candidato negro. Os eleitores sempre procuram quem os represente”.

Para a aluna Roseli Carvalho, o curso foi muito esclarecedor. “Por mais que você leia e acompanhe a mídia, nem sempre você se dá conta desses segmentos. O curso deu visões mais amplas e fez os nossos olhares mudar.

ESCOLA – A Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Piracicaba foi criada pelo decreto 63/2014, de autoria do ex-vereador João Manoel dos Santos, e tem por objetivo a realização de ações voltadas à educação para a cidadania, difusão cultural, capacitação de agentes políticos e lideranças comunitárias, capacitação e atualização de corpo técnico, servidores e vereadores. Atualmente, é dirigida pela vereadora Nancy Thame (PSDB) e coordenada pelo diretor do Departamento de Documentação e Arquivo, Fábio Bragança.



Texto:  Fernanda Rizzi
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas