PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 5 DE JUNHO DE 2020
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

29 DE MAIO DE 2015

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso


Os parlamentares são os propositores do decreto legislativo 34/2014, que oficializa a concessão do Título de Cidadão Piracicabano ao advogado João Carmelo Alonso.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 15) Salvar imagem em alta resolução

João Carmelo Alonso

João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Paulo Campos

Paulo Campos
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (8 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Jarbas de Barros

Jarbas de Barros
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (9 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Fábio Moura

Fábio Moura
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (10 de 15) Salvar imagem em alta resolução

José Silvestre

José Silvestre
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (11 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Rodrigo Torres

Rodrigo Torres
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (12 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (13 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (14 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (15 de 15) Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Campos e Madalena concedem título de cidadania à João Carmelo Alonso



A Câmara de Vereadores de Piracicaba, conforme iniciativa de Paulo Campos (PROS) e Madalena (PSDB), por intermédio do decreto legislativo 34/2014 promoveu na noite desta sexta-feira, 29, às 20h00, nas dependências do salão nobre "Prof. Helly de Campos Melges", a reunião solene que marca a concessão do Título de Cidadão Piracicabano ao advogado e professor, João Carmelo Alonso, natural de Araras/SP, que na oportunidade, ao lado de sua esposa, Lucilei Medeiros Alonso recebeu autoridades, amigos e familiares para prestigiarem o evento, que teve transmissão ao vivo pela TV Câmara, canal 08 da Net, TV Digital canal 60,1 UHF e disponibilizado pela rede mundial de computadores, a internet, no site www.camarapiracicaba.sp.gov.br

Na concessão da honraria, os parlamentares destacaram que o projeto visa prestar uma homenagem à João Carmelo Alonso, advogado, professor do curso de Direito da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) desde agosto de 2000, ou seja, 15 anos de autuação, em que formou novos alunos, contribuindo na construção da cidadania e da história de Piracicaba.

Natural de Araras/SP, nascido em 1970, filho de Luiz Jannuário Alonso Garcia (in memoriam) e Dirce Coser Alonso Garcia, tem como irmãos: Sueli Alonso Garcia e Pedro Luiz Alonso. Casado com Lucilei Medeiros Alonso e pai de João Vitor Medeiros Alonso, com quatro anos e Maria Luisa Medeiros Alonso, nove meses.

João Carmelo Alonso é bacharel em Direito e mestre em Direito do Trabalho, ambos pela Unimep, onde também é professor universitário, desde o ano de 2000; coordenador do curso de Pós Graduação Lato Sensu em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho; coordenador da Escola Superior de Advocacia (ESA/OAB) de Piracicaba; orientador de estágio no Juizado Especial Cível; atuou como Procurador do Trabalho pela Prefeitura Municipal de Piracicaba, de 2006 a 2008; exerceu o cargo de Diretor Jurídico do Esporte Clube XV de Novembro de 2008 a 2012; presidente do Rotary Club Povoador de Piracicaba, de 2011 a 2012, dentre outras funções, que também inclui a colaboração em artigos jurídicos, bem como palestrante na área de Direito do Trabalho.  

Na formação diretiva da Mesa de Honra, o presidente e autor da solenidade, Paulo Campos, que abriu os trabalhos da noite, solicitou um minuto de silêncio pelo passamento do ex-reitor da Unimep, Almir de Souza Maia; o presidente da OAB Piracicaba, 8ª subseção, Fábio Ferreira de Moura; Jarbas Martins  Barbosa de Barros, diretor da Faculdade de Direito da Unimep, representante do Reitor da Unimep, Gustavo Jaques Dias Alvim; José Silvestre da Silva, presidente da Associação Piracicabana de Advogados Criminalistas (Acrepir), que na oportunidade fez a leitura bíblica; o vereador Chico Almeida (PT), Fábio Branda, juiz de Direito do Trabalho, de São Paulo e o delegado da Polícia Federal, Carlos Fernandes Lopes Abelha. Os vereadores do PSDB, Pedro Cruz, Pedro Kawai, Marcia Pacheco e André Bandeira, seguido por Paulo Camolesi (PV) e o presidente da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Matheus Erler (PSC) justificaram ausência.

Na sequencia da solenidade, o cantor Rodrigo Torres interpretou a música "Meu Reino Encantado", de autoria de Daniel.

O presidente da Acrepir, José Silvestre da Silva abriu o ciclo de discursos da noite externando suas considerações sobre o homenageado da noite, no que evidenciou o legado de João Carmelo, no segmento universitário, bem como incluiu o Esporte XV de Novembro e, defesa das causas advocatícias, em que o magistrado tem oferecido os seus préstimos. "Parabéns, Piracicaba ganha mais um filho", disse.

O presidente da OAB-Piracicaba, Fábio Ferreira de Moura também destacou a preocupação de Paulo Campos em homenagens sucessivas que engrandecem a advocacia, o que muito orgulha os profissionais. Também enfatizou o papel de João Carmelo Alonso na defesa do XV e, no destaque à democracia. "Mais uma vez esta Câmara faz uma homenagem justa, seja bem vindo ao berço piracicabano, obrigado pela amizade e companheirismo", disse.

O diretor da Faculdade de Direito da Unimep, Jarbas Martins Barbosa de Barros disse que Piracicaba é uma terra abençoada por receber pessoas ilustres como João Carmelo. E,  enalteceu o papel de Paulo Campos em enaltecer a advocacia nas honrarias concedidas.

O vereador Paulo Campos falou da grata satisfação e alegria em outorgar a homenagem, no que enfatizou que durante o mandado o vereador pode conceder até quatro títulos de cidadania. E, mencionou passagem bíblica para enfatizar que todas as coisas favorecem para quem confia em Deus, no que evidenciou o legado de João Carmelo Alonso.

Campos também ressaltou a condição de autonomia da Câmara na concessão de honrarias, o que valoriza ainda mais os contemplados. E, pontuou as diversas qualidades de João Carmelo. "Não sou apenas eu, e sim toda a cidade que o recebe como mais um cidadão piracicabano", disse.

O mais novo piracicabano, João Carmelo Alonso agradeceu o vereador Paulo Campos e, disse que ficou realmente muito feliz com o título e, agradeceu a todos os parlamentares, além de agradecer a presença de familiares, esposa, e equipe de colaboradores. Também falou de sua trajetória, quando conheceu sua esposa e constituiu família. Disse que durante todo este tempo sempre se sentiu piracicabano, além de enfatizar que sempre se sentiu honrado pelas várias funções que exerceu. "A partir de hoje passo a ter uma identidade com a cidade, pelo acolhimento e, diante de tudo isso, reafirmo o quanto estou realizado e agradecido", disse.

João Carmelo também falou da condição de viver numa sociedade difícil. "Sou advogado, vou até o final, na busca de diferencial para a sociedade, devido às carências sociais". Emocionado, falou de seu pai, do prazer que teve até os 84 anos, de conviver com ele e, que hoje está "lá em cima, e muito feliz pelo cidadão que fez", disse ao encerrar sua fala agradecendo a todos e, reforçando que tornou um cidadão piracicabano com identidade.

E, fechando a parte cultural da solenidade, o cantor Rodrigo Torres entoou a canção da dupla Milionário e José Rico, "Estrada da Vida".

 

 

  

 

 



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939


Homenagem Madalena Paulo Campos

Notícias relacionadas