PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 27 DE JANEIRO DE 2023
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

24 DE NOVEMBRO DE 2022

Câmara de Piracicaba é pioneira na obtenção de AVCB


Expediente da 61ª reunião ordinária foi suspenso, nesta quinta-feira (24), para entrega do documento oficialmente pelo Corpo de Bombeiros e homenagem a servidora



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (3 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (4 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (5 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes foi homenageada por empenho na obtenção do AVCB pela Câmara






Pela primeira vez em quase 50 anos, a Câmara Municipal de Piracicaba obteve o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) para os dois prédios – principal e anexo, com validade até 2025. Trata-se de um documento emitido pelo Corpo de Bombeiros que certifica as edificações que atendem as exigências de segurança contra incêndio. O anúncio foi feito pelo presidente da Casa, vereador Gilmar Rotta (PP), durante a suspensão do expediente da 61ª reunião ordinária, nesta quinta-feira (24).

Na ocasião, o comandante do 16º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Piracicaba, major Kleber Moura de Oliveira, fez a entrega oficial do documento ao presidente da Câmara. Os servidores envolvidos no projeto foram parabenizados pelo trabalho e a agente administrativo Ana Lúcia Gomes Fernandes, do Departamento Administrativo, recebeu uma placa de homenagem do Poder Legislativo pelo empenho na obtenção do certificado. Também participaram o ex-servidor Rafael Pires de Melo Ferreira, que iniciou o processo, e a chefe do Departamento Administrativo, Milena Petrocelli Furlan Dionísio. A chefe de Infraestrutura e Logística do departamento, Lais Paroli, também foi lembrada.

O comandante da corporação destacou que, das cidades do mesmo porte, Piracicaba é a única que possui uma Casa Legislativa com AVCB. “Este documento não quer dizer que não vão acontecer ocorrências de gravidade, mas que esta Casa está muito mais segura e qualquer emergência pode ser mitigada com muito mais facilidade e rapidez”, destacou.

O presidente Gilmar Rotta lembrou que foram vários anos até alcançar o AVCB e que foi criticado pelos gastos com as adequações dos prédios. “Posso dizer que a Câmara é o primeiro prédio público em Piracicaba com AVCB. Foram várias noites trabalhando para sair esse documento”, contou. Ao entregar a homenagem à servidora Ana Lúcia, o presidente destacou a dedicação e preocupação da funcionária, que “tem vestido a camisa da Casa”, colocou. 

Reconhecimento – Ao usar a palavra, o vice-presidente da Mesa Diretora, vereador Acácio Godoy (PP), descreveu as dificuldades para se fazer as mudanças nos prédios antigos e atender a todas as exigências. O vereador Josef Borges (Solidariedade) parabenizou o empenho para atingir o objetivo da segurança. A vereadora Sílvia Morales, do Mandato Coletivo “A cidade é sua” (PV), disse que o processo não é fácil e que as normas são rígidas para garantir a segurança. Ela ainda confirmou a dedicação da servidora Ana Lúcia à Casa.

O segundo-secretário da Mesa, vereador Pedro Kawai (PSDB) agradeceu a todos os colaboradores que participaram do processo. “A Ana contagiou a todos e a equipe fez o seu papel de demonstrar a força dos servidores desta Casa”, avaliou. O vereador Laércio Trevisan Jr. (PL) também falou sobre as dificuldades para adaptação às normas vigentes de segurança.

A vereadora Rai de Almeida (PT) enalteceu a importância dos servidores públicos. O quanto é interessante quando temos servidores públicos comprometidos com as causas, tanto do Corpo de Bombeiros como desta Casa Legislativa”, disse. A primeira-secretária da Mesa, vereadora Ana Pavão (PL), parabenizou o presidente por honrar todos os envolvidos no trabalho. O vereador Gustavo Pompeo (Avante) também falou sobre a demonstração da valorização dos servidores.

Investimentos – Para a obtenção do AVCB, a Câmara investiu cerca de R$ 200 mil em adequações nos prédios e aquisição de equipamentos exigidos pela corporação. Além disso, o processo foi longo. O acompanhamento de todos os itens da lista do Corpo de Bombeiros foi feito desde o início do ano pelo Departamento Administrativo, especialmente pela servidora Ana Lúcia Gomes Fernandes.

De acordo com a chefe do departamento, Milena Petrocelli Furlan Dionísio, o projeto foi elaborado em 2013, mas desde então não houve andamento na execução dos serviços necessários para a obtenção do AVCB. No início deste ano, a servidora Ana Lúcia pegou o projeto, fez todo o levantamento das medidas para que as edificações se enquadrassem às normas. A chefe do departamento lembrou que a falta da certificação é passível de questionamentos junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas.

Dentre os investimentos, foram implantados o sistema de combate a incêndio, com detectores de fumaça, alarme, os painéis elétricos da bomba d´água e troca dos extintores e mangueiras, serviços de inspeção, testes e manutenção dos equipamentos de segurança e emissão de laudos técnicos. Além disso, foram obtidas todas as ARTs (anotações de responsabilidade técnica) de todas as divisórias contra incêndio. Ainda foram colocados corrimões nas escadas, foi providenciada a troca dos vidros e implantados os adesivos de identificação das rotas de fuga, além da aquisição de materiais elétricos e hidráulicos e treinamento da brigada de incêndio da Casa.

“Com toda essa adaptação, a Câmara se tornou mais segura e adaptada para qualquer emergência e proteção contra incêndio. Temos uma brigada presente em todos os eventos da Casa, treinada e com informações necessárias para passar aos frequentadores da Câmara em casos de emergência”, disse a chefe do departamento. O prédio principal da Câmara foi construído em 1975 e o anexo, na década de 80. Com validade até 10 de novembro de 2025, o AVCB será afixado na entrada dos dois prédios.

Moção de Repúdio – A 61ª reunião ordinária também foi marcada pela discussão, em regime de urgência, da moção 201/2022, de autoria da vereadora Ana Pavão (PL), de repúdio a atos do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal) e presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O documento foi endossado pelos vereadores Fabrício Polezi (Patriota), Gustavo Pompeo (Avante) e Paulo Campos (Podemos). Após longo debate, a moção foi aprovada por 12 votos favoráveis e dois contrários.

Ao todo, foram aprovadas 16 proposituras pelos vereadores, entre elas o projeto de lei 161/2022, de autoria do Poder Executivo, em segunda discussão, que dispõe sobre a criação do Programa “Bolsa Esportiva”, com o pagamento de uma ajuda de custo mensal de até R$ 3 mil a atletas de alta performance que representem o município. Foram ainda aprovadas três moções de aplausos, sete requerimentos, entre eles um em regime de urgência, e quatro projetos de lei em primeira discussão, sobre denominações de espaços públicos.

Já o parecer contrário emitido pela CLJR (Comissão de Legislação, Justiça e Redação) ao projeto de lei 235/2021, de autoria dovereador Gilmar Rotta (PP), que dispõe sobre a regulamentação da atividade de bombeiro civil e bombeiro voluntário na cidade, foi adiado por 10 reuniões, a pedido do autor da matéria.

Confira, no vídeo, nesta página, a íntegra da 61ª reunião ordinária.



Texto:  Aline Macário - MTB - 39.904
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Imagens de TV:  TV Câmara


Reunião Ordinária André Bandeira Ary Pedroso Jr Laércio Trevisan Jr Gilmar Rotta Paulo Camolesi Paulo Campos Pedro Kawai Gilmar Tanno Rerlison Rezende Valdir Marques Wagner Oliveira Zezinho Pereira Cassio Luiz Alessandra Bellucci Acácio Godoy Ana Pavão Josef Borges Thiago Ribeiro Gustavo Pompeo Rai de Almeida Anilton Rissato Fabricio Polezi Silvia Maria Morales Ciro da Van Marco Bicheiro

Notícias relacionadas