PIRACICABA, DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

14 DE NOVEMBRO DE 2017

Unimep busca diálogo, afirma reitor interino em visita à Câmara


Fábio Josgrilberg foi recebido pelo presidente Matheus Erler. Primeira reunião do Fórum Permanente acontece nesta quinta-feira, às 14h, no campus Taquaral.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Fábio Botelho Josgrilberg foi recebido pelo presidente da Câmara, Matheus Erler, na manhã desta terça-feira

Fábio Botelho Josgrilberg foi recebido pelo presidente da Câmara, Matheus Erler, na manhã desta terça-feira
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Fábio Botelho Josgrilberg foi recebido pelo presidente da Câmara, Matheus Erler, na manhã desta terça-feira

Fábio Botelho Josgrilberg foi recebido pelo presidente da Câmara, Matheus Erler, na manhã desta terça-feira
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 5) Salvar imagem em alta resolução

"Todos os esforços têm sido feitos para a sustentação da universidade", disse Josgrilberg

"Todos os esforços têm sido feitos para a sustentação da universidade", disse Josgrilberg
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 5) Salvar imagem em alta resolução

"Todos os esforços têm sido feitos para a sustentação da universidade", disse Josgrilberg

"Todos os esforços têm sido feitos para a sustentação da universidade", disse Josgrilberg
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 5) Salvar imagem em alta resolução

Erler ressaltou a importância da sinalização da Unimep em buscar o diálogo

Erler ressaltou a importância da sinalização da Unimep em buscar o diálogo
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Fábio Botelho Josgrilberg foi recebido pelo presidente da Câmara, Matheus Erler, na manhã desta terça-feira


A Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) precisa do diálogo com a comunidade universitária para superar os desafios da crise instalada este ano na instituição, por conta de ajustes administrativos e de gestão que provocaram situações de conflitos, principalmente com docentes e alunos.

O posicionamento é do reitor interino, Fábio Botelho Josgrilberg, designado pela Rede Metodista de Educação, mantenedora da instituição, para conduzir o processo de transição e intermediar soluções a fim de preparar a Unimep para um 2018 menos conturbado.

Josgrilberg foi recebido na manhã desta terça-feira (14) pelo presidente Matheus Erler (PTB), em agenda oficial da Câmara de Vereadores de Piracicaba, a pedido da própria instituição. O reitor interino traçou um histórico das crises enfrentadas pela Unimep, com destaque para as dos anos 1985 e 2006 e a atual, de 2017.

"Todas elas foram precedidas de crises econômicas e requereram ações de ajustes, normais em toda empresa, mesmo que sem fins lucrativos, mas que tem que viabilizar receitas para sua manutenção", explicou.

Um dos pontos mais críticos da crise de 2017 foi a adequação do sistema interno de gerenciamento de dados da universidade, cuja implementação, segundo o reitor interino, foi necessária por representar uma economia à rede de R$ 1,5 milhão. "No entanto, não passamos por esta crise com demissão de professores ou redução de alunos, cujo nível é estável há dois anos", ponderou.

Josgrilberg admite equívocos estratégicos na relação com a comunidade, no que tange à comunicação, mas rechaçou indicativos de que a mantenedora tivesse a intenção de vender a Unimep ou sucateá-la. "Todos os esforços têm sido feitos para a sustentação da universidade. É missão da Igreja Metodista trabalhar para a transformação social e de vidas e pelo desenvolvimento regional, razão pela qual não faz sentido um desmonte."

FÓRUM - Erler ressaltou a importância da sinalização da Unimep em buscar o diálogo, visto que, apesar de se tratar de uma instituição privada, representa para Piracicaba um de seus maiores patrimônios.

Com o decreto legislativo 38/2017 que instituiu o Fórum Permanente em Defesa da Unimep em mãos, o presidente reforçou que a Câmara não poderia ficar fora das discussões que extrapolaram os limites da universidade.

Ele destacou a reunião pública que aconteceu em 17 de agosto e que contou com a presença de alunos, professores, entidades representantes de classe e a sociedade civil. "Dela nasceu a proposta de também institucionalizar as discussões e contribuir positivamente para a defesa da Unimep", disse Erler.

A primeira reunião do Fórum acontece nesta quinta-feira (16), às 14h, no auditório verde do campus Taquaral da Unimep.



Texto:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: EducaçãoMatheus Erler

Notícias relacionadas