PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE MAIO DE 2018

Tozão soma esforços em busca da passarela sobre rodovia no Algodoal


Dispositivo sobre a Rodovia Geraldo de Barros evitaria acidentes e preservaria vidas



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução





Moradores do Bairro Algodoal solicitam a intermediação do vereador Osvaldo Airton Schiavolin, o Tozão (PSDB), junto ao Governo do Estado de São Paulo para que, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), seja construída de uma passarela na Rodovia Geraldo de Barros, SP 304, km 1, na altura do bairro. A demanda, que também já foi tema de solicitações de outros vereadores, resultou em Moção de Apelo nº 74/2018  de Tozão, aprovada na 29ª. Reunião Ordinária desta segunda-feira, 21.

Segundo o autor, o tráfego de veículos é intenso na rodovia, dificultando a travessia de pedestres e revela a necessidade de que os pais contratem transporte escolar para os filhos que estudam em escolas situadas do outro lado da Rodovia. “A construção da passarela evitaria muitos, principalmente com relação a acidentes que são constantes, e beneficiaria uma grande parte de moradores do local e dos bairros vizinhos”, justificou.

A reivindicação é antiga e tornou-se uma medida necessária e urgente, devido ao aumento do fluxo de veículos e a implantação de vários loteamentos com crescimento populacional expressivo nesta região. Tozão ocupou a tribuna para destacar a importância da moção e para que todos os parlamentares entrem na luta para construção desta passarela. “Diversos parlamentares também pedem melhoramento, que até hoje não teve êxito”, disse.

Em aparte, o vereador Dirceu destacou a importância de somar esforços. O vereador Trevisan disse que passarela é igual barragem (de Santa Maria da Serra), que remonta a época de Fleury (ex-governador Luiz Antonio Fleury Filho). “Quantos deputados prometeram e nada é feito. Não conseguem arrumar uma praça, imaginem uma passarela. Não adianta, não se pode mais remanejar recursos em função das eleições. Ação tem que ser local, temos que cobrar o local”, disse Trevisan.



Texto:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoDirceu AlvesLaércio Trevisan JrOsvaldo Schiavolin

Notícias relacionadas