PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 18 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE JUNHO DE 2018

Piracicabanos terão acesso gratuito à internet em banda larga


Vereadores autorizam a celebração de termo de adesão com a União, por intermédio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, integrando o GESAC



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Piracicabanos terão acesso gratuito à internet em banda larga


Projeto de lei 117/2018, do Executivo, aprovado em primeira e segunda discussão, na reunião ordinária e extraordinária, desta quinta-feira (21) autoriza o Município de Piracicaba a celebrar termo de adesão com a União, por intermédio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, visando integrar o Município ao Programa GESAC, para o fornecimento de conexão à internet banda larga em localidades previstas em termo, cujos objetivos específicos e as obrigações fazem parte integrante da lei e que deverão incorporar eventuais alterações estabelecidas pela União. O sistema oferece gratuitamente conexão à internet em banda larga - por via terrestre e satélite - a telecentros, escolas, unidades de saúde, aldeias indígenas, postos de fronteira e quilombos.

Para a realização dos projetos, programas ou ações que visem a efetivar os objetivos do termo da Lei, o Município de Piracicaba promoverá a celebração de termos aditivos e outros instrumentos legais que se façam necessários. As despesas decorrentes, se houver, correrão por conta das dotações orçamentárias nº 02012 – 22.661.0029.2103 – 339039/ 449051/ 449052, vigentes para o exercício de 2018 e suas respectivas para os próximos exercícios, suplementadas, oportunamente, se necessário.

Na justificativa do projeto, o Executivo esclarece que a iniciativa visa obter autorização legislativa para que o município possa firmar o Termo de Adesão ao Programa GESAC, no âmbito do Programa Federal Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac), o qual oferece gratuitamente conexão à internet em banda larga - por via terrestre e satélite - a telecentros, escolas, unidades de saúde, aldeias indígenas, postos de fronteira e quilombos.

O programa é coordenado pelo Ministério das Comunicações e direcionado, prioritariamente para comunidades em estado de vulnerabilidade social, em todo o Brasil, que não têm outro meio de serem inseridas no mundo das tecnologias da informação e comunicação.

As infraestruturas para instalação dos equipamentos de conexão serão feitas utilizando os recursos já existentes no município e os equipamentos já adaptados para o recebimento de tais conexões, em razão disto se pretende gerar despesas além daquelas já rotineiramente suportadas pelo orçamento municipal. "Por isto, dispensável se faz o atendimento do disposto na Lei Complementar nº 101/00 – Lei de Responsabilidade Fiscal", considerou o Executivo.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Reunião OrdináriaAndré BandeiraAry Pedroso JrCarlos Gomes da SilvaDirceu AlvesJosé LongattoLaércio Trevisan JrPaulo HenriqueRonaldo MoschiniChico AlmeidaGilmar RottaMatheus ErlerPaulo CamposPedro KawaiPaulo SerraRerlison RezendeIsac SouzaJonson OliveiraAdriana NunesLair BragaNancy ThameMarcos AbdalaOsvaldo SchiavolinAldisa MarquesWagner OliveiraAntonio PadovanZezinho PereiraChico Roncato

Notícias relacionadas