PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

24 DE JANEIRO DE 2014

Paulo Henrique acompanha lançamento de livro sobre segurança on-line


Publicação alerta sobre cuidados para uso da internet por crianças e adolescentes



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

O promotor Carlos José Fortes e o vereador Paulo Henrique durante lançamento da obra



Se a internet requer cuidados entre o público adulto, a atenção deve ser redobrada para crianças e adolescentes diante de ameaças como pedofilia, drogas e violência. Pesquisa divulgada pela AVG Brasil indica que 97% do público entre 6 e 9 anos já usou a web e 54% possui perfil no Facebook. Os dados foram apresentados em São Paulo, nesta quarta-feira (22), durante o lançamento do livro Proteja nossas Crianças e Jovens, elaborado pela fabricante de softwares de computador. O vereador Paulo Henrique Paranhos Ribeiro (PRB), que é o autor do maior portal contra a pedofilia e com campanhas permanentes na cidade, prestigiou o evento. 

Em formato eBook, a publicação busca o diálogo em torno da tecnologia e procura orientar e formar os usuários para possam usar as ferramentas de segurança, aliados ao bom-senso, com mais eficiência e efetividade. Elaborado em parceria com a Trama Comunicação, o livro contém cinco capítulos que abordam a entrada das crianças no mundo virtual, a privacidade de bebês, crianças e jovens nas redes sociais e o papel dos pais na educação para o uso dos meios digitais. O download, gratuito, pode ser feito no link  www.avgbrasil.com.brproteja-nossas-criancas.

Além do lançamento, houve mesa redonda com a presença de convidados de diferentes áreas, conduzida por Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG Brasil e com a participação de Tony Anscombe, autor do livro que inspirou a publicação brasileira, One Parent to Another (De um pai para outro, em tradução livre). O evento teve também a presença de Luciana Ruffo, psicóloga da PUC-SP; Patrícia Pech Pinheiro, advogada especialista em direito digital; Carlos José Fortes, promotor de Justiça que atua na área da infância e juventude; e Pedro Paulo Oliveira Júnior, pesquisador de neurociência da faculdade de medicina da USP.

As principais questões levantadas foram sobre a legalidade e a responsabilidade dos pais no uso da tecnologia por seus filhos e sobre a autoridade familiar necessária para mediar o uso da internet nos lares brasileiros.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583 Assessoria parlamentar


Tópicos: CidadaniaPaulo Henrique

Notícias relacionadas