PIRACICABA, SÁBADO, 16 DE DEZEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE NOVEMBRO DE 2017

Palestra da Escola do Legislativo aborda bases da Justiça Restaurativa


Curso intensivo será dado entre sexta-feira e sábado.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Comunicação (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Comunicação (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Comunicação (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Comunicação Salvar imagem em alta resolução

A Escola do Legislativo da Câmara, em parceria com o Instituto Pacto de Convivência, realiza, entre sexta-feira (1º) e sábado (2), o curso intensivo de "Fundamentos da Justiça Restaurativa", que integra o ciclo "Cultura da Paz", promovido em dez palestras ministradas pelo advogado e jornalista Osmar Ventris.

Foram oferecidas 40 vagas, prioritariamente a instituições assistenciais da cidade que trabalham com essa temática e que participaram ativamente do ciclo de palestras, profissionais e estudantes de várias áreas do conhecimento, advogados, psicólogos, pedagogos e educadores em geral, assistentes sociais, servidores públicos, integrantes de ONGs, profissionais e técnicos de diversas áreas sociais (conselheiros tutelares, conselheiros de direitos, Cras, Creas, Nasf), agentes de pastorais, agentes da Rede de Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente, da segurança pública e guardas municipais.

"A Justiça Restaurativa tem novo paradigma, um contraponto à Justiça Comum, que trabalha punição e retribuição na culpa. É fundamentada na responsabilização, visa à reparação de danos ante as necessidades da vítima, da sociedade e do ofensor e, por meio dos processos circulares de paz, busca o resgate da dignidade humana e a reconstituição dos valores das pessoas, das vítimas, de ofensores e familiares", ressaltou Osmar.

A vereadora Nancy Thame (PSDB), diretora da Escola do Legislativo, afirmou que "esse é mais um momento para o aprofundamento do tema e que esse formato fortalece a cidadania e as lideranças e agrega valores culturais dos participantes".

"O objetivo é arraigar os conceitos e os valores para que cada cidadão se sinta pertencente a esse território, que não é apenas do vereador, do prefeito ou do juiz. Somos representantes, mas cada um deve ter a mesma força de desenvolver o melhor nesse espaço de convivência", avaliou, ao falar da percepção de que instituições e movimentos sociais têm vontade de mudanças.

A parlamentar salientou que a Justiça Restaurativa fundamenta também os conceitos do perdão, como a ética, as verdades e as necessidades envolvidas em um conflito, a dimensão social e objetiva da violência, entre outros fatores que estão diretamente ligados à sociedade como um todo.

"É surpreendente ver o público diverso que participa e procura se aprofundar nesse tema. Têm assistido às palestras donas de casa, pós-doutores, líderes comunitários, técnicos de ONGs, educadores etc. A vontade que nos dá é a de fazer sempre mais", enfatiza a parlamentar.



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Redação


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas