PIRACICABA, SEXTA-FEIRA, 15 DE DEZEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE FEVEREIRO DE 2015

História de Piracicaba


Gentílico: piracicabano



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução

Piracicaba Década 60-70 | ACVP


Histórico

Em 1766, o capitão-general de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão, encarregou Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. No entanto, o capitão povoador optou pelo local onde já se haviam fixado alguns posseiros e onde habitavam os índios Paiaguás, à margem direita do salto, a 90 quilômetros da foz, no lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que desciam o rio Tietê e daria retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do território do Paraguai.

Oficialmente, o povoado de Piracicaba, ligado administrativamente à Vila de Itu, foi fundado em 1º de agosto de 1767. Em 1774, a povoação foi elevada à categoria de Freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes.

Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos fazendeiros, ocasionando a disputa de terras.
 
Em 1822, Piracicaba foi elevada à categoria de Vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano. 
 
Em 11 de agosto de 1822 é instalada a Câmara de Vereadores de Piracicaba, marcando o início da autonomia administrativa.

Na Vila predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, plantações de arroz, feijão e milho, de algodão e fumo, mais pastagens para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor.

Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de Cidade. Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, "o mais certo, o correto e como era conhecida popularmente".

O nome da cidade vem do tupi-guarani, significado lugar onde o peixe pára. É uma referência às grandiosas quedas do rio Piracicaba que bloqueiam a piracema dos peixes.
 
 
Informações Gerais:
 

Altitude: 554 metros

População: 388.412 (2014)

Localização: A sede do Município se encontra a 22º42’30” de latitude sul e a 47º38’01” de longitude WG. (RANZANI, Guido. Subsídios à Geografia de Piracicaba. Piracicaba: IHGP, 1976, p.13.)

Extensão territorial: 1.376,91 Km2, sendo o 19° Município do Estado em Extensão, segundo dados do Censo do IBGE 2010.

Área urbana é 229,66 Km2 

Área rural é 1.147,25 Km2 .

Relevo é uma topografia pouco acidentada e o clima é tropical de altitude Cwa.

Distância da capital: 152 km,  integra a região administrativa de Campinas e é servida pelas Rodovias SP 127, SP 147, SP304 e SP 308.

Divisas: Rio Claro, Limeira, Santa Bárbara D’Oeste, Laranjal Paulista, Iracemápolis, Anhembi, São Pedro, Charqueada, Rio das Pedras, Tietê, Capivari, Conchas, Santa Maria da Serra, Ipeúna e Saltinho.

Fonte: IBGE e IPPLAP (2015)


Texto:  Fábio Bragança


Tópicos: História

Notícias relacionadas