PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

04 DE OUTUBRO DE 2017

Escola do Legislativo abre o ciclo de debates Pensando o Território


Primeiro dia do ciclo teve como tema a aplicação dos instrumentos para cumprimento da função social da cidade



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (1 de 6) Salvar imagem em alta resolução

O professor Roberto Braga discorreu sobre cidadania e legislação

O professor Roberto Braga discorreu sobre cidadania e legislação
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (2 de 6) Salvar imagem em alta resolução

Primeiro encontro do ciclo de debates Pensando o Território aconteceu nesta terça-feira (3)

Primeiro encontro do ciclo de debates Pensando o Território aconteceu nesta terça-feira (3)
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (3 de 6) Salvar imagem em alta resolução

Vereadora Nancy Thame, diretora da Escola do Legislativo, mediou o ciclo de debates

Vereadora Nancy Thame, diretora da Escola do Legislativo, mediou o ciclo de debates
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (4 de 6) Salvar imagem em alta resolução

O professor Estevam Vanale falou sobre a produção imobiliária na cidade

O professor Estevam Vanale falou sobre a produção imobiliária na cidade
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (5 de 6) Salvar imagem em alta resolução

A engenheira Maria Beatriz Silotto explicou o Plano Diretor de Piracicaba

A engenheira Maria Beatriz Silotto explicou o Plano Diretor de Piracicaba
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (6 de 6) Salvar imagem em alta resolução

O arquiteto Rodrigo Munhoz apresentou o projeto sustentável desenvolvido por ele no parque Bosque Maria Thereza, em Limeira

O arquiteto Rodrigo Munhoz apresentou o projeto sustentável desenvolvido por ele no parque Bosque Maria Thereza, em Limeira
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) Salvar imagem em alta resolução

Primeiro encontro do ciclo de debates Pensando o Território aconteceu nesta terça-feira (3)




Com início nesta terça-feira, 3, o ciclo de debates “Pensando o Território” promovido pela Câmara, por meio da Escola do Legislativo, reuniu cerca de 70 pessoas para discutir sobre urbanização sustentável, segregação estrutural, expansão do perímetro urbano e o Plano Diretor de Piracicaba. O debate foi mediado pela vereadora Nancy Thame (PSDB), que dirige a Escola do Legislativo, e contou com a presença da vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS).

O professor da Unesp Rio Claro e integrante do Observatório Cidadão de Piracicaba, Roberto Braga, iniciou as palestras discorrendo sobre o direito à cidadania e os desafios da política para garantir cidades justas e sustentáveis a todos, bem como sobre a expansão do perímetro urbano. “Entre 2000 e 2013, o perímetro urbano em Piracicaba cresceu mais de 30%, mas a população cresceu apenas 15% neste período. Temos vazios urbanos no município, áreas que poderiam ser utilizadas e não são”, comentou o professor.

Outro palestrante presente durante o primeiro dia de debates foi o professor da Unimep, Estevam Vanale Otero, que destacou a importância de falar sobre o tema enquanto o Plano Diretor está em pauta. Estevam apresentou dados estatísticos e históricos sobre a produção imobiliária na cidade, como por exemplo, o fato de que, entre 2010 e 2015, Piracicaba foi o segundo município no Estado de São Paulo a criar mais loteamentos (mais de 15 mil).

A apresentação sobre o Plano Diretor de Piracicaba foi realizada pela engenheira Maria Beatriz Silotto Dias, que explicou as propostas e o desenvolvimento da legislação. Para finalizar as palestras, o arquiteto Rodrigo Munhoz falou sobre arquitetura e urbanismo sustentável, usando como exemplo um projeto, no qual foi um dos idealizadores, de remodelação do entorno do Limeirão, em Limeira. O parque Bosque Maria Thereza foi fruto desta idealização e reúne opções de lazer para a população, incluindo um playground acessível às crianças portadoras de deficiência física.

Após as palestras, os convidados responderam questões do público, direcionadas em relação à proposta de lei sobre regularização fundiária e o fortalecimento de políticas públicas para participação da população na questão de especulação imobiliária, por exemplo.

Em relação à regularização fundiária, Estevam afirmou ter uma visão pessimista. “O que é preocupante nessa nova lei sancionada recentemente é que abre as portas para regularização de qualquer coisa. Ela permitirá regularização de quase tudo, menos da moradia de quem não tem onde morar”, argumentou.

Maria Beatriz compartilhou de mesma opinião, afirmando existir uma diferença entre o interesse social e especifico. “Fico preocupada com essa lei, porque temos a regularização de interesse social, que seriam as favelas, e a regularização de interesse especifico. Em Piracicaba temos mais de 200 loteamentos clandestinos que não são de interesse social”, explica.

Quanto ao fortalecimento de políticas publicas, Maria Beatriz comentou sobre o desinteresse da população. “Foi difícil preencher o quadro da sociedade civil no Conselho da Cidade. As participações nas conferencias da cidade são insignificantes e fazemos uma grande divulgação. O Conselho é paritário, composto 50% de poder público e 50% de sociedade civil”, discorreu a engenheira.

A vereadora Nancy Thame lembrou que a Escola do Legislativo tem desenvolvido suas ações a partir de três eixos: o fortalecimento das lideranças, a difusão da cultura e a promoção da cidadania. Em especial sobre o ciclo Pensando o Território, Nancy disse que a programação foi pensada para debater o que acontece na sociedade, num momento delicado do país. "Com tudo isso, a gente tem uma pequena estrada, com cinco temas, e a partir deles o desafio de construir vários caminhos e sair com outros produtos e alinhamentos", declarou, citando que inicialmente a programação foi concebida para 30 pessoas, porém, com a procura de mais de 100 inscritos, houve a transferência dos debates para o Salão Nobre da Câmara.

SERVIÇO – O ciclo de debates Pensando o Território continua durante o mês na Câmara. Os próximos debates acontecem nos dias 10, 17, 24 e 31 de outubro, no Salão Nobre da Câmara de Vereadores de Piracicaba. Os temas a serem abordados são educação ambiental, gestão ambiental e desenho urbano, desenvolvimento rural e cidades sustentáveis e democráticas. Mais informações pela página da Escola do Legislativo.

 



Texto:  Débora Bontorim Saia
Supervisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas