PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

22 DE SETEMBRO DE 2017

Curso de iniciação política é encerrado com reflexão sobre poder


Ciclo de cinco palestras foi oferecido pela Escola do Legislativo.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Com o tema "Opinião pública e poder", o professor Marcelo Bongagna encerrou na tarde desta quinta-feira (21) o curso de Iniciação Política II, oferecido pela Escola do Legislativo. Composto por cinco palestras, o ciclo havia abordado, nos encontros anteriores, regimes e sistemas de governo, parlamentarismo/presidencialismo e presidencialismo de coalisão, processo legislativo e dinâmica dos poderes e a influência da mídia na política.

Para nortear o debate, o professor discorreu sobre o poder da força, da autoridade e da dominação e explicou que "a tomada de decisões estabelecidas por autoridades de direito ou com poder de influência ordena ações a outras pessoas e legitima o poder nas corporações".

De acordo com Bongagna, "a influência também é um tipo de poder que afeta o comportamento, a forma de vestir, de pensar e de agir". Os meios de comunicação, segundo o professor, apropriam-se do forte poder de penetração e impacto para desconstruir e construir imagens de pessoas e instituições.

Como exemplos, Bongagna citou Barack Obama (presidente dos Estados Unidos entre 2009 e 2017, que conseguiu mobilizar milhões de pessoas para cooperar com sua campanha, por meio de pequenas contribuições em dinheiro e propaganda nas redes sociais), Nelson Madela (principal representante do movimento antiapartheid, depois eleito presidente da África do Sul) e Dalai Lama (monge budista e líder espiritual tibetano, que recebeu o Nobel da Paz em 1989 em reconhecimento à sua campanha pacifista para acabar com a dominação chinesa no Tibet).

O curso foi encerrado com uma rodada de perguntas para o professor e para a vereadora Nancy Thame (PSDB), diretora da Escola do Legislativo.

"A iniciativa de Nancy é muito louvável, pois o papel do vereador, além de legislar e fiscalizar, é promover a cidadania. A política é um meio de transformação social e este trabalho é uma oportunidade de descontruir a imagem negativa que a mídia construiu da política", disse Bongagna.

Na avaliação feita ao final do curso, os alunos apontaram a importância do direito à participação cidadã e da qualificação política.



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Redação


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas