PIRACICABA, SÁBADO, 21 DE JULHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE ABRIL DE 2018

Ambientalista ocupa a tribuna popular na 16ª reunião ordinária


Ele citou corte de árvores sem laudo técnico, soterramento de nascentes e Operação Corumbataí



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Kátia Rosária Del Monte preside a Sodemap




Piracicaba passa por um processo de degradação ambiental, avaliou Kátia Rosária Del Monte, presidente da Sodemap (Sociedade para Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba). Ele esteve na Câmara nesta quinta-feira (5), na 17ª reunião ordinária, para ocupar a Tribuna Popular.

Segundo ela, a comunidade - de uma forma geral - clama aos ambientalistas para questões como corte de árvores sem laudo técnico, soterramento de nascentes permanentes por construtoras (assunto que está sendo investigado pelo Ministério Público) e a Operação Consorciada Corumbataí, que visa a construção de moradias populares em uma área de fragilidade ambiental.

"Como é que Piracicaba e os órgãos públicos não respeitam o meio ambiente?", indagou Kátia. "Estou aqui para sensibilizar e dizer que as ONGs ambientais e os moradores estão atentos a cada vereador e nas suas votações na questão do meio ambiente. E os moradores não são tão ingênuos", declarou.

A fala de Kátia gerou questionamento do vereador Laércio Trevisan Jr. (PR). De forma enfática, ele disse que "nenhum vereador degrada o meio ambiente". "Desde já, como vereador eleito pela comunidade, sou a favor do projeto do Corumbataí. E se a senhora ler o relatório, verá que não procede a informação. Tem que tomar cuidado com o que fala", disse.

Quem também se manifestou foi o vereador José Aparecido Longatto (PSDB), que mencionou as ações do Fórum Regional em Defesa do Corumbataí. "Tenho um trabalho de 25 anos. Nós defendedemos o meio ambiente. Nunca vi essas ONGs plantarem uma árvore. Quero que mostre para a cidade o que foi feito até agora."

O vereador Lair Braga (SD) citou a votação que transforma em área comercial trecho da avenida Cruzeiro do Sul, que recentemente ocorreu na Câmara, e disse que gostaria que Kátia levasse ao conhecimento dos ambientalistas os nomes dos que votaram em favor e contra.

Kátia disse que a ONG Sodemap tem uma história de 30 anos. Ela comentou das principais causas da entidade.



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Tribuna PopularLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas