PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 20 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

02 DE ABRIL DE 2019

Marcos Abdala defende conscientização sobre uso do plástico


Vereador foi entrevistado no programa Primeiro Tempo, antes do início da 16a reunião ordinária



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Marcos Abdala foi entrevistado, no programa Primeiro Tempo, na segunda-feira (1)






O vereador Marcos Abdala (PRB) defendeu maior conscientização sobre o uso excessivo do plástico. Autor do projeto de lei complementar 12/2018, que proíbe o uso de canudo plástico em estabelecimentos comerciais do Município, o parlamentar destaca que a proposta significa somente “a ponta do iceberg” na discussão que pode estimular sobre a preservação do meio ambiente. 

“E projeto vem para conscientizar para o combate sobre o uso excessivo de plástico. Tenho conversado com o Executivo para colocar a fiscalização, informando os comerciantes para que informem seus clientes, e isso vai criar uma discussão saudável, porque outras cidades já aprovaram, e já está dando resultado, estão levando (o problema) para as salas de aula”, disse. 

O PLC recebeu Substitutivo da CLJR (Comissão de Legislação, Justiça e Redação) da Câmara Vereadores de Piracicaba e, ainda, deve ser votado em Segunda Discussão antes de seguir para sanção do prefeito Barjas Negri (PSDB). Mas o vereador Abdala lembrou que haverá 90 dias para adequação à nova lei. 

Durante o programa Primeiro Tempo, o vereador tratou de diversos assuntos, como pedidos de mão de direção para ruas do bairro Castelinho, assim como reforma de escolas municipais na mesma região e também no Pau Queimado, e ainda manutenção da USF (Unidade do Programa Saúde da Família) do bairro Paineiras. São demandas que o vereador encaminha ao Executivo. 

Abdala destacou o lançamento do Projeto Pipa Café-Escola no Teatro “Erotides Campos”, do Teatro do Engenho. A iniciativa envolve a SemacTur (Secretaria Municipal de Ação Cultural e Turismo) e a entidade que desenvolve atividades com crianças e adolescentes com Sindrome de Down. “Ali vai ser uma escola de gastronomia, com o objetivo de ensiná-los profissões”, disse.

O vereador também aproveitou a oportunidade para convidar a população a visitar o Espaço Pipa Café-Escola, que fica aberto, diariamente, das 14 às 18 horas. “Esse trabalho desenvolve uma cidadania maravilhosa”, disse.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Imagens de TV:  TV Câmara
Edição de TV:  Comunicação


Tópicos: LegislativoMarcos Abdala

Notícias relacionadas