PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 17 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

17 DE MAIO DE 2019

Em vídeo, servidor denuncia descarte de esgoto químico em nascente


Usando o dispositivo regimental para explicação pessoal sobre temas da ordem do dia, Trevisan Junior falou sobre Comissão de Estudos do Semae



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução





O presidente da Comissão de Estudos sobre problemas relacionados ao Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), Laércio Trevisan Junior (PL), ocupou a Tribuna na reunião ordinária desta quinta-feira (16). Ele expôs um vídeo gravado em 11 de maio, em que o servidor da autarquia, José Carlos Magazine, denuncia o despejo de esgoto industrial e químico em nascente no Distrito Uninorte, com desague na lagoa do bairro Santa Rosa.

Segundo o servidor, existe determinação do Ministério Público que obriga a empresa Águas do Mirante, em conjunto com o Semae, a fazerem a fiscalização e coleta de esgoto industrial antes de ser feito qualquer tipo de lançamento nas redes coletoras do órgão público. “Onde está a fiscalização?”, pergunta Magazine, ao demonstrar o volume de esgoto lançado na nascente. “Isto é os 100% de esgoto que se fala que é tratado em Piracicaba. Esta é a verdade”, disse Trevisan Jr.

O vereador destacou que os vereadores de Piracicaba estão tomando ciência de que 100 empresas da cidade jogam esgoto na lagoa do Santa Rosa. O membro da comissão, o vereador Pedro Kawai (PSDB), afirmou que a denúncia foi feita e encaminhada, que a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), se não sabe, vai ficar sabendo e quem for o responsável será punido, independente de a quem esteja ligado.



Texto:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas