PIRACICABA, DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE NOVEMBRO DE 2017

Minicurso discute desafios de lidar com o envelhecimento da população


Evento da Escola do Legislativo na manhã desta segunda-feira abordou os Direitos da Pessoa Idosa



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (1 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (2 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (3 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (4 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (5 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (6 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 (7 de 7) Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados
Foto: Davi Negri - MTB 20.499 Salvar imagem em alta resolução

Números sobre a população no Brasil e no mundo foram apresentados


Em 2025, o Brasil será o sexto país no mundo com a maior população da terceira idade, estima a OMS (Organização Mundial da Saúde). Atualmente, segundo o Ministério da Saúde, 10% dos brasileiros têm mais de 60 anos e, desse total, 20% apresentam algum comprometimento ou necessitam de cuidados especiais.

O desafio de se preparar para essa nova realidade esteve em pauta no minicurso sobre os Direitos da Pessoa Idosa, promovido na manhã desta segunda-feira, 6, pela Escola do Legislativo da Câmara de Vereadores de Piracicaba.

O jornalista e advogado Osmar Ventris, do Instituto Pacto da Cidadania, apresentou ainda um outro dado, desta vez do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): em 2050, 37% da população no país terá mais que 55 anos, índice que hoje está entre 14 e 15%.

Partindo de conceitos sobre a cultura da paz, que tem norteado os encontros do eixo temático Educação para a Cidadania, Ventris reforçou os princípios da comunicação não-violenta e da inteligência emocional.

Para ele, tais temas devem pautar a sociedade atual, numa espécie de transição das justiças vingativa, punitiva e restritiva para a justiça restaurativa, técnica de solução de conflitos que prima pela criatividade e que contribui para o não agravamento das situações.

Sobre o Estatuto do Idoso, Ventris destacou que é alta a violência praticada contra os idosos, sendo 70% vinda do ambiente doméstico, muitas vezes dos próprios filhos. “São violências muito perigosas: cárcere privado, agressões físicas e psicológicas”, disse, ao defender o amor ao próximo e o direito natural ao envelhecimento. “Quando o amor funciona, você não precisa de uma lei para que ame ou respeite o outro, é algo natural”, completou.

O palestrante lembrou também que grandes nomes de diversas áreas fizeram suas principais obras e realizações na terceira idade, caso de Giuseppe Verdi, Michelangelo, Galileu Galilei, Helena Rubinstein, Sófocles, Victor Hugo, Oscar Niemeyer, Voltaire e papa João Paulo 2º.

Diretora da Escola do Legislativo, a vereadora Nancy Thame (PSDB) acredita que o tema Cultura da paz possibilita análises múltiplas, com o olhar da inclusão, de menor segregação e discriminação. “Até nos partidos políticos, se não houver esse viés, o discurso fica cansativo e relegado a outro espaço”, analisou, ao lembrar que os temas conversaram com outros ciclos desenvolvidos pela própria Escola do Legislativo, como, por exemplo, o Pensando o Território.

Numa pré-análise das semanas de minicursos, a vereadora comenta sobre a sintonia dos temas com as questões atuais. “As instituições estão percebendo o link forte de transformação nos diálogos de cultura da paz com os diversos espaços da sociedade, num momento de democracia participativa, de instrumentos para a transparência e de reação de indignação. Se não prezarmos pela cultura da paz, o perigo é o de termos extremos, que é sempre pela violência.”

Este é o penúltimo encontro do projeto Cidadania: Convivência e Qualidade de Vida, iniciado em junho e que ocorre sempre a cada 15 dias, às segundas-feiras, totalizando 10 minicursos de três horas cada.

Já foram abordadas questões sobre conselhos municipais, justiça restaurativa, mediação e conciliação extrajudicial, tráfico de pessoas, arbitragem extrajudicial, inteligência emocional, comunicação não violenta, Estatuto da Criança e do Adolescente e Lei Maria da Penha.

A última palestra ocorre em 27 de novembro, das 9h às 12h, e tratará de Trote Violento. Além disso, está prevista uma imersão nos dias 1 e 2 de dezembro, no Thermas Water Park de São Pedro. 



Texto:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: CidadaniaNancy Thame

Notícias relacionadas