PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE MAIO DE 2017

Lair Braga critica abandono da praça José Bonifácio


"Virou questão de saúde pública a situação deste espaço central", destacou o parlamentar que também condenou a violência escolar, e defendeu creche às comerciárias.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Lair Braga critica abandono da praça José Bonifácio






A precariedade sanitária da praça José Bonifácio foi a principal temática abordada pelo vereador Lair Braga (SD), ao utilizar a tribuna da Câmara, na reunião ordinária de ontem (25), por 10 minutos, quando discorreu sobre o estado de abandono a que administrações municipais relegaram este espaço central, que deveria ser o cartão postal da cidade.

O parlamentar também discorreu sobre o sistema de poda de árvores, que diferentemente de outras cidades há toda uma burocracia a se vencer para levar os processos adiante. "Qualquer vento que dá provoca a queda de energia", disse.

A recente violência numa escola do bairro Paulista, onde um aluno de 12 anos lançou uma cadeira na vice-diretora, foi outro assunto relatado pelo parlamentar, que deve marcar uma reunião com o dirigente regional de Ensino, Fábio Negreiros. 

Em aparte à fala de Lair Braga, o vereador Gilmar Rotta (PMDB) comentou sobre o problema social que envolve a praça José Bonifácio, reportando-se à atitude do prefeito municipal de São Paulo, João Dória (PSDB), na retirada de indigentes e viciados que ocupam o entorno da Estação da Luz.

Lair Braga encerrou suas considerações defendendo melhor iluminação e revitalização da área central, além de comentar sobre uma das bandeiras de lutas de seu gabinete, na implantação de creche para comerciárias, que se tornou uma das metas do governo municipal Barjas Negri (PSDB), na concepção de creches com horário estendido. A proposta também conta com o apoio do Sindicato dos Comerciários.

Lair Braga lamentou os fatos ocorridos em Brasília, em manifestação popular que acabou em baderna. E, também condenou a sonegação fiscal no Brasil, a exemplo do Grupo JBS, que deve cerca de R$ 2 bilhões ao INSS, sendo que a cobrança destes e outros valores afastariam os problemas da Previdência.



Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLair Braga

Notícias relacionadas