PIRACICABA, DOMINGO, 16 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

26 DE ABRIL DE 2019

Professor será homenageado em denominação de pista de caminhada


A homenagem é de autoria do vereador Lair Braga



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

O projeto foi aprovado na 22ª reunião ordinária



A Cãmara de Vereadores homenageará o professor Luiz Antônio Rochelle em denominação de pista de caminhada localizada na avenida Renato Wagner, no trecho entre a avenida Armando Salles de Oliveira, ponte do Mirante, até a avenida Armando Dedini, ponte do lar dos velhinhos. 

Pós-graduado e doutor em botânica, foi pesquisador e professor na ESALQ (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e após aposentar-se, ministrou aulas na UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba) no Curso de Botânica/ Biologia.

De autoria do vereador Lair Braga (SD), o projeto de lei 19/2019 foi aprovado nesta quinta-feira (25), na 22ª reunião ordinária.

Luiz Antônio Rochelle faleceu em Piracicaba no dia 08 de fevereiro de 2018. Era casado com a Maria Cristina Almeida Leme Rochelle, também falecida, com quem teve cinco filhos: Tania Cristina, Ana Raquel, Ana Luiza, Ana Claudia e Luiz Antônio Filho e 11 netos.

Orientou alunos do curso de pós-graduação na ESALQ, trabalhou com Walter Radamés Accorsi em pesquisas na Fitologia e formou alunos que hoje fazem parte do quadro de funcionários e mestres da ESALQ e outras grandes universidades. Publicou livros, teses e matérias para revistas científicas no Brasil e no Exterior.

Luiz Antonio Rochelle era carinhosamente chamado de “Foinha” por seus alunos porque sempre levava uma variedade de plantas e folhas nas aulas para apresentar-lhes. Recebeu diversas homenagens anuais de seus alunos da ESALQ.

Muito discreto e humilde, mas com enorme conhecimento, reconhecia as espécies de planta pelo nome científico. Brincava com os netos de identificar, através do nome científico da espécie, o nome comum da planta ou fruta.

“Excelente como homem, amigo, marido, pai e avô. Gostava de reunir-se com a família e acolhia a todos em seu entorno com carinho e muito amor” disse Lair Braga.



Texto:  Larissa Souza
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: LegislativoLair Braga

Notícias relacionadas