PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 18 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

16 DE MAIO DE 2019

Pessoas com vitiligo participam de sessão de fotos no Engenho Central


Atividade foi organizada em parceria com o vereador André Bandeira (PSDB)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (4 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (5 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar (6 de 6) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução


Com o objetivo de valorizar a beleza natural e promover a autoestima, aconteceu na manhã do último dia 5 uma sessão de fotos envolvendo pessoas com vitiligo. A atividade envolveu mulheres, homens e crianças e foi organizada em parceria com o vereador André Bandeira (PSDB), autor do PL 329/2018, que instituiu na cidade 25 junho como dia para combate ao preconceito desta doença autoimune cuja característica é a perda da pigmentação da pele.

“O vitiligo não é uma doença fatal, mas afeta profundamente a pele e a aparência. Por falta de conhecimento, a população acaba desenvolvendo preconceito em relação à doença, que não é contagiosa. Em razão disso, portadores de vitiligo sofrem discriminação e tendem a se isolar socialmente”, diz o vereador. 

No início do mês de abril, o parlamentar também organizou uma roda de conversa para tratar dos desafios de quem convive com a doença e o quanto a desinformação cria preconceitos. Na oportunidade, a Câmara recebeu Maika Celi, idealizadora do projeto Vitiligo – Meu Lugar ao Sol, e a designer Tati Oliveira, autora do livro “A Menina Feita de Nuvens”, que relatou a história de sua filha com o vitiligo.

“São iniciativas criadas para sensibilizar e conscientizar a sociedade e poder público para que os portadores do vitiligo tenham tratamento adequado e não sofram preconceito”, disse.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Redação


Tópicos: LegislativoAndré Bandeira

Notícias relacionadas