PIRACICABA, QUARTA-FEIRA, 19 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

06 DE FEVEREIRO DE 2019

Paulo Serra quer implantar consultas médicas do SUS por telefone


Pacientes idosos e/ou portadores de deficiência, previamente cadastrados nas Unidades de Saúde poderão se beneficiar do sistema



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Paulo Serra defende agendamento telefônico para consultas médicas



Melhorar o atendimento aos idosos e portadores de deficiência, auxiliar no combate à expansão das mazelas sociais, justamente na faixa etária e na condição em que as pessoas ficam mais fragilizadas. Esta é a preocupação especial do vereador Paulo Serra (PPS) ao elaborar o projeto de lei 8/2019, em tramitação na Câmara desde o final do mês de janeiro e que segue para análise das comissões internas até vir a plenário para ser deliberado. 
 
Pelo projeto, os pacientes idosos e/ou portadores de deficiência poderão agendar, por telefone, as suas consultas médicas nas Unidades de Saúde do Município de Piracicaba.
O agendamento somente será possível se o paciente já estiver previamente cadastrado e com seus dados atualizados. O paciente deverá apresentar, na ocasião da consulta, a sua carteira de identidade ou o cartão do Sistema Único de Saúde - SUS.
 
As unidades de saúde deverão afixar, em local visível à população, material indicativo do conteúdo da legislação. 
 
Na justificativa do projeto, o vereador Paulo Serra considera que os atendimentos na área da saúde são os mais procurados em nosso país, sobretudo nesses últimos anos em que muitas pessoas foram obrigadas a migrar de planos particulares de saúde para o SUS.
 
Entretanto, com o aumento da demanda, as dificuldades para os idosos e para as pessoas portadoras de deficiência também aumentaram. "Assim, propomos, com este projeto de lei, fazer o que já se faz nos consultórios particulares ou nos planos de saúde, onde as consultas são agendadas por telefone", relata o parlamentar.
 
O atendimento preferencial deverá ser realizado na própria unidade de saúde onde o paciente fez o cadastro anteriormente, podendo então agendar por telefone as próximas consultas, indicando sua carteira de identidade ou cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), para fins do atendimento sem a espera em filas.
 
A Lei Federal nº 10.048/2000 determina a prioridade de atendimento às pessoas que especifica, entre as quais aquelas com idade igual ou superior a 60 anos e às portadoras de deficiência.
 
 
 


Texto:  Martim Vieira - MTB 21.939
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: SaúdePaulo Serra

Notícias relacionadas