PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 17 DE JUNHO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE JUNHO DE 2019

Moradoras do Chapadão pedem ampliação de escola municipal do bairro


Vereadora Nancy Thame acolheu demandas da região na tarde desta terça-feira



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Elas também relataram preocupação com área verde em lotes caucionados

Elas também relataram preocupação com área verde em lotes caucionados
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 2) Salvar imagem em alta resolução

Elas também relataram preocupação com área verde em lotes caucionados

Elas também relataram preocupação com área verde em lotes caucionados
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Elas também relataram preocupação com área verde em lotes caucionados



Quando as crianças do bairro Chapadão completam o quinto ano na Escola Municipal Professor Santo Granuzzio, começa a preocupação das mães. A unidade escolar não atende alunos do sexto ao nono anos do ensino fundamental, o que torna necessária a transferência para a unidade de ensino estadual mais próxima, e, em caso de falta de vagas, para a que possuir vagas disponíveis.

O problema foi relatado pela moradora Doroti Aparecida de Alcântara, que, com outras mães, procurou a vereadora Nancy Thame (PSDB), nesta terça-feira (11), para apresentar reivindicações. De acordo com Doroti, o transporte escolar que era fornecido pela prefeitura foi suspenso e substituído por um cartão de passes, que permite o deslocamento dos alunos de forma gratuita. Mesmo com essa garantia, as mães se preocupam em deixar os filhos ––que têm em torno de 11 anos–– irem para a escola sozinhos em um ônibus urbano.

“A escola do bairro poderia ser mais aproveitada e comportar alunos do sexto ao nono anos. Como mães, estaremos mais seguras se nossas crianças estudarem no próprio bairro”, disse.

Ainda segundo a moradora, também há a preocupação com área verde em lotes caucionados no bairro, localizada entre as ruas dos Gaviões e a rua dos Pavões. A moradora pede uma “limpeza necessária” do mato alto, e melhora da iluminação, para garantir mais segurança aos moradores. As moradoras também reclamaram sobre a falta de um clínico geral no PSF (Programa Saúde da Família) do Chapadão.

Após a conversa, que teve a presença da presidente do Conselho Municipal da Mulher de Piracicaba, Laura Queiroz, a vereadora informou que encaminhará indicações e requerimentos ao Executivo para solicitar o atendimento das demandas ou análise de viabilidade técnica.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: EducaçãoNancy Thame

Notícias relacionadas