PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

29 DE SETEMBRO DE 2017

Trevisan cobra solução da Prefeitura para dívida com a Santa Casa


Dívida foi originada pelo não pagamento, pela Prefeitura, de atendimentos feitos pelo hospital, via SUS, acima do teto contratualizado pelo município.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Trevisan ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta quinta-feira




O vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) defendeu que o Executivo defina prioridades para a saúde em Piracicaba e cobrou uma solução da gestão Barjas Negri (PSDB) para a dívida de R$ 16,6 milhões que a Prefeitura tem a Santa Casa, originada pelo não pagamento de atendimentos feitos pelo hospital, via SUS (Sistema Único de Saúde), acima do teto contratualizado pelo município.

"O prefeito relata que a Prefeitura não tem dinheiro, que só pode pagar, no ano que vem, uma parte e que esse atendimento [acima do teto] não é reconhecido. Ela concorda que deva ser reconhecido, desde que se tenha toda a planilha [especificando os gastos]", comentou o parlamentar, na tribuna, durante a reunião ordinária desta quinta-feira (28).

Trevisan criticou a não realização de concursos públicos para a reposição de médicos em postos de saúde e o aumento da média diária de pessoas que aguardam vagas nos hospitais: segundo o vereador, passou de 20, no governo de Gabriel Ferrato (2013-2016), para mais de 40, no de Barjas Negri.

"Algo está errado. O prefeito atual fala que largou [em 2012, ao terminar seu segundo mandato] uma verba alta para o anterior [Ferrato] e que recebeu metade do que largou para ele. É a mesma gestão, do PSDB", observou Trevisan.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas