PIRACICABA, DOMINGO, 24 DE JUNHO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

27 DE MARÇO DE 2018

Procuradoria da Mulher integra rede protetiva contra a violência


A aprovação da Procuradoria é um novo espaço para mulher no Legislativo, afirmou Nancy durante reunião da Rede de Atendimento de Proteção à Mulher Vítima de Violência.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (1 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (2 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (3 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (4 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (5 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (6 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (7 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (8 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (9 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (10 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (11 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 (12 de 12) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Gustavo Annunciato - MTB 58.557 Salvar imagem em alta resolução

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Piracicaba, que têm como autoras as vereadoras Nancy Thame (PSDB) e Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (PPS), integrou nesta terça-feira (27) o Grupo de Trabalho da Rede de Atendimento de Proteção à Mulher Vítima de Violência.

O GT foi criado a partir da mesa redonda realizada no dia 8 de março, durante a Semana da Mulher 2018, é coordenado pelo Conselho Municipal da Mulher de Piracicaba (CMM) e composto por órgãos do Poder Público (Executivo, Legislativo e Judiciário) e da sociedade civil.

Laura Queiroz, presidente do CMM, ressaltou que “o objetivo do GT é formar uma rede de proteção que funcione de fato, com humanização, visando a ampliação e melhoria da qualidade do atendimento, identificando e encaminhando adequadamente as mulheres em situação de violência”.

A Coronel Adriana (PPS) apontou a necessidade de ações para o atendimento de todas as mulheres dos diferentes segmentos, razão pela qual é importante a continuidade dos trabalhos e o cumprimento do plano de trabalho proposto pelas integrantes das instituições representadas na reunião.

Nancy Thame assegurou que “a aprovação da Procuradoria significa um novo espaço para mulher no âmbito Legislativo, e com essa integração à Rede de Atendimento, ganha mais uma força institucional.   O Objetivo da Procuradoria é fomentar e ampliar a participação efetiva das vereadoras no processo de inserção, acompanhamento e fiscalização dos programas governamentais, em ações para coibir a discriminação e a violência contra a mulher e cooperar com organismos na promoção dos direitos e da igualdade de gênero", salientou a parlamentar.

Fazem parte do GT da Rede de Atendimento e Proteção a Mulher: Conselho Municipal da Mulher, Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Piracicaba, Promotoria de Justiça de Piracicaba da Vara Cível, Patrulha Maria da Penha Guarda Civil Municipal, Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação, Defensoria Pública do Estado de São Paulo, Delegacia de Defesa da Mulher e dos Coletivos Marias de Luta, Promotoras Legais Populares – PLPs e, Mulheres Que Fazem a Diferença Fazendo e Ong Casvi.

O GT definiu uma agenda de reunião até o final do ano sendo que a próxima ficou agendada para o dia 24 de abril, às 10h.



Texto:  Assessoria parlamentar
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: MulherAdriana NunesNancy Thame

Notícias relacionadas