PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE DEZEMBRO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

17 DE SETEMBRO DE 2019

Plugin no site da Câmara garante a surdos tradução em Libras


Plataforma VLibras possibilita que surdos não alfabetizados em português tenham acesso às informações do Legislativo



EM PIRACICABA (SP)  

Salvar imagem em alta resolução


A comunidade surda que acessa o site da Câmara de Vereadores de Piracicaba pode, instalando facilmente um plugin, acessar a tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais) de qualquer texto publicado, desde que selecionado. A novidade é fruto de pesquisas do Legislativo, que tem buscado alternativas para a inclusão das pessoas com deficiência no dia a dia da Casa, que é o objetivo central do projeto Câmara Inclusiva.

Plugin ou módulo de extensão é um programa de computador usado para adicionar funções a outros programas maiores, provendo alguma funcionalidade especial ou muito específica. Para instalar, o usuário deve seguir as instruções elaboradas pelo CPD do Legislativo, acessando o ícone Libras posicionado no canto superior direito da página principal do site www.camarapiracicaba.sp.gov.br ou diretamente em www.camarapiracicaba.sp.gov.br/libras.

Após a instalação do plugin, o usuário deve marcar um texto, clicar com o mouse do lado direito e acionar “traduzir em Libras”. Uma tela será aberta com o sistema VLibras, ferramenta aberta de distribuição livre, desenvolvida para melhorar o acesso à informação das pessoas surdas brasileiras. A funcionalidade está disponível para os navegadores Google Chrome, Firefox, Safari e Widget, para os computadores Windows (versão 7 ou superior), Addon VLibras NVDA, Linux (32 bits) e Linux (64 bits) e para smartphones e tablets com sistema Android e iOS.

Resultado de uma parceria entre o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a Suíte VLibras consiste em um conjunto de ferramentas computacionais de código aberto, responsável por traduzir conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para a Língua Brasileira de Sinais, tornando computadores, dispositivos móveis e plataformas web acessíveis para pessoas surdas.

Após aprovação do Programa Parlamento Aberto, em abril desde ano, a Mesa Diretora, presidida pelo vereador Gilmar Rotta (MDB), determinou estudos para definição de projetos que atendessem aos quatro pilares do Programa: transparência pública, participação popular, tecnologia e inovação e educação para cidadania. “Assim surgiu o Câmara Inclusiva, que envolve todos estes pilares. Não podemos pensar uma Câmara aberta se todos não se sentirem bem-vindos e acolhidos”, explica Rotta.

O presidente destaca que o sistema VLibras não tem nenhum custo para a Câmara e vai possibilitar que surdos não alfabetizados em português possam ter acesso a todo conteúdo do nosso site. Após instalado, o sistema possibilita que o usuário faça a tradução em Libras em qualquer site.

O Câmara Inclusiva tem a participação de diversas entidades da cidade que trabalham com pessoas com deficiência. Já aconteceram três reuniões, que resultaram em definições significativas aos objetivos do projeto. Um curso para jornalistas efetivos, estagiários em jornalismo e assessores de vereadores que atuam com comunicação foi ministrado, com o objetivo de orientar sobre a melhor forma de tratamento na produção jornalística.

Entre as ações, foi definida uma série de visitas de pessoas com deficiência aos dois prédios da Câmara, com o objetivo de mapear as necessidades de adequações físicas dos locais de acesso comum. Até o momento fizeram a visita a entidade Avistar (cegos), o Centro de Reabilitação de Piracicaba (múltiplas deficiências) e Espaço Pipa (Síndrome de Down). Nesta quarta-feira (18), a Apae (múltiplas deficiências) estará na Casa e a Passo a Passo (múltiplas deficiências) faz seu mapeamento no dia 25 de setembro.

Após as visitas e a entrega dos relatórios pelas entidades, acontece curso específico para orientação sobre o acolhimento às pessoas com deficiência, direcionado às recepcionistas, equipe de cerimonial, brigadistas de incêndio e assessores interessados. “Todos os dias estamos aprendendo algo novo e que precisamos e vamos implantar na Casa. Dentro das possibilidades financeiras e com planejamento, avançaremos”, garantiu o presidente.



Texto:  Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343


Tópicos: Câmara InclusivaAndré BandeiraAry Pedroso JrCarlos Gomes da SilvaCarlos CavalcanteDirceu AlvesJosé LongattoLaércio Trevisan JrPaulo HenriqueRonaldo MoschiniChico AlmeidaGilmar RottaMatheus ErlerPaulo CamposPedro KawaiPaulo SerraRerlison RezendeIsac SouzaJonson OliveiraAdriana NunesLair BragaNancy ThameMarcos AbdalaOsvaldo SchiavolinAldisa MarquesWagner OliveiraAntonio PadovanZezinho PereiraChico Roncato

Notícias relacionadas