PIRACICABA, DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

18 DE OUTUBRO DE 2017

Olhar de fora pode contribuir com o turismo local, aponta professor


Renato Elston, da Unimep, refletiu sobre o tema no terceiro encontro do ciclo "Agregando valores na rede de negócios de produtos turísticos", nesta quarta-feira.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (1 de 8) Salvar imagem em alta resolução

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (2 de 8) Salvar imagem em alta resolução

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (3 de 8) Salvar imagem em alta resolução

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (4 de 8) Salvar imagem em alta resolução

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (5 de 8) Salvar imagem em alta resolução

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (6 de 8) Salvar imagem em alta resolução

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (7 de 8) Salvar imagem em alta resolução

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 (8 de 8) Salvar imagem em alta resolução

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame

"Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", disse Nancy Thame
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Precisamos criar outras formas de gerar interesse no turismo, defendeu professor



Que Piracicaba se distingue da maioria das cidades por conta de seus aspectos peculiares ––como a gastronomia, o rio, o dialeto e o XV––, isso já é sabido. Mas como transformar esses aspectos, tão reconhecidos pela população local, em fatores que não só atraiam, mas mantenham o interesse de quem visita o município é um dos desafios que o setor de turismo precisa equacionar no momento.

A opinião é do publicitário e professor Renato Elston, coordenador do curso de Publicidade e Propaganda da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), que abordou a importância da identidade e da comunicação corporativa para alavancar os negócios no turismo local em mais uma atividade de acesso gratuito ao público promovida pela Escola do Legislativo, na tarde desta quarta-feira (18).

Cerca de 20 pessoas acompanharam a apresentação, na sala de reuniões do segundo andar do prédio anexo da Câmara. O encontro foi o segundo dos quatro que integram o ciclo "Agregando valores na rede de negócios de produtos turísticos", que teve início no último dia 4 e termina na próxima quarta-feira (25).

Para Renato, buscar opiniões de fora, que forneçam novos pontos de vista em relação ao potencial que a cidade possui, pode diversificar as formas que, hoje, são usadas para o desenvolvimento do turismo local.

"Entendo que os serviços, os produtos e o turismo que Piracicaba proporciona, a meu ver, estão muito previsíveis. Precisamos criar outras formas de gerar interesse e, pelo menos, a continuidade da vinda dos turistas à cidade por meio de um outro olhar ––e talvez sejam pessoas de fora que possam fazer esse 'mapeamento'", sugeriu.

"Às vezes, olhamos só a partir das nossas referências, achando que o que estamos proporcionando é adequado a esse público. Mas ele, quando vem de fora, talvez espere coisas que não estamos imaginando. E não é apenas satisfazer as necessidades básicas desse cliente, mas também surpreendê-lo de alguma forma, dando-lhe algo mais que ele não esperasse ao vir a Piracicaba", comentou Renato.

Para o professor, explorar a cultura de uma localidade "é fundamental para a construção de uma marca, posicionando-a num cenário de interesse". "Marca não é um logotipo, um símbolo ou uma identidade, mas o sentindo afetivo das pessoas sobre um produto, serviço, empresa ou lugar. A marca precisa ser levada para além da sua natureza econômica, passando a fazer parte da cultura e a influenciar a vida das pessoas", argumentou.

Diversificado, o grupo que assistiu à palestra de Renato reuniu alunos de cursos técnicos, microempreendedores e pessoas ligadas ao universo acadêmico. Para a vereadora Nancy Thame (PSDB), diretora da Escola do Legislativo, o diálogo e a participação desses representantes de diferentes setores são essenciais para "desenvolver um turismo com a vocação do município, respeitando suas raízes".

"A cada tema, atraímos pessoas de diversos segmentos da sociedade. Não tenho dúvida de que, para o setor de turismo, a contribuição é imensa. Temos várias forças no município, existe a vontade e, se tivermos o diálogo e esse espaço de interlocução, podemos conseguir excelentes resultados", destacou.



Texto:  Ricardo Vasques - MTB 49.918


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas