PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

15 DE MAIO DE 2018

Laércio Trevisan Jr. defende papel fiscalizador do vereador


Parlamentar ocupou a tribuna da Câmara durante a reunião ordinária na noite desta segunda-feira (14)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Trevisan Jr. ocupou a tribuna da Câmara na noite desta segunda-feira (14)






O vereador Laércio Trevisan Jr. (PR) defendeu o papel fiscalizador do Legislativo. Ao ocupar a tribuna da Câmara durante a 27ª reunião ordinária, na noite desta segunda-feira (14), o parlamentar destacou o artigo 31 da Constituição Federal, “o qual diz que cabe a função de fiscalizar, legislar e propor ações para melhorar a sociedade, atendimento ao público e ações que visem combater fatos errôneos da Administração pública”.

Trevisan Jr. usou o argumento para justificar o requerimento de sua autoria para pedir informações sobre a licença do servidor Miromar Rosa, nomeado pelo prefeito Barjas Negri (PSDB) como chefe de gabinete. “O artigo 109 do Estatuto do Servidor Público não relata que o servidor pode se afastar para servir na Prefeitura”, disse. 

O parlamentar detalha que o servidor recebeu duplamente do poder público, como servidor da Câmara e também como cargo de confiança da Prefeitura. “Recebeu duplo salário e calou-se. Aqui na Casa, ele recebia 14.200,00 e mais a hora-extra, que variava entre 1.900 e 2.000, entre outros valores, chegando a atingir 4.948,00. Somando a isso, recebia 1.800, 2000 e 3000 para participar de pregão eletrônico”, relatou.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: LegislativoLaércio Trevisan Jr

Notícias relacionadas