PIRACICABA, QUINTA-FEIRA, 24 DE MAIO DE 2018 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

11 DE DEZEMBRO DE 2017

Kawai entrega Medalha de Mérito Legislativo a Monsenhor


Natural de Capivari, Luiz Gonzaga Juliani é pároco emérito e vigário paroquial na igreja São José.



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Assessoria parlamentar (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara
Foto: Assessoria parlamentar (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara
Foto: Assessoria parlamentar (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara
Foto: Assessoria parlamentar Salvar imagem em alta resolução

Monsenhor Luiz Gonzaga Juliani recebe Medalha de Mérito Legislativo da Câmara


O vereador Pedro Kawai (PSDB) entregou nesta sexta-feira (8), a Medalha de Mérito Legislativo ao monsenhor Luiz Gonzaga Juliani, após a missa na paróquia São José. Estiveram presentes na entrega o vereador Gilmar Rotta (PMDB) e o Secretário Estadual do Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro.

“Juliani é referência religiosa para Piracicaba. Seu trabalho à frente da comunidade trouxe inúmeros benefícios e resgate de muitas familias”, declarou Kawai.

Luiz Gonzaga Juliani nasceu em Capivari, em 2 de junho de 1927. Foi batizado, crismado e teve a primeira comunhão na Matriz de Sâo João Batista. Iniciou a formação sacerdotal no Seminário Diocesano de Campinas, onde também cursou os antigos 'ginásio' e 'colegial'. Concluiu Filosofia e Teologia no Seminário Central "Imaculada Conceição", na capital paulista.

A ordenação sacerdotal ocorreu em 8 de dezembro de 1952, na Catedral de Santo Antônio, por Dom Ernesto de Paula, primeiro bispo diocesano. Iniciou ministério sacerdotal em Santa Bárbara D´Oeste, transferindo-se, em 1954 para Piracicaba, onde atuou na Paróquia Imaculada Conceição e no Seminário Diocesano “Imaculada Conceição”, a primeira casa de formação sacerdotal da diocese, ocupando os cargos de professor, mestre de disciplina, diretor espiritual e reitor. Foi responsável pela reforma e ampliação do Seminário de Nova Suíça, que hoje abriga o Seminário Propedêutico e o Centro Diocesano de Formação.

Em 1º de janeiro de 1964, assumiu como a Paróquia São José, com a tarefa de terminar as obras da matriz. Mais tarde, construiu o centro social e a casa paroquial. Fundou em 1967 o Cesac (Centro Social de Assistência e Cultura), que tem oferecido assistência e promoção social. Construiu o Centro Pastoral e uma creche que funciona em convênio com a Prefeitura.

Coordenou a Campanha da Fraternidade na Diocese e atuou na Câmara Eclesiástica como defensor do vínculo. Foi membro do Conselho Diocesano de Presbíteros e do Colégio de Consultores. Por muitos anos exerceu o ofício de Chanceler Diocesano, até janeiro de 2006.

Monsenho Juliani agraciado pelo Papa João Paulo II com o título honorífico de "Monsenhor Capelão de Sua Santidade", em setembro de 1988, pelos serviços prestados à igreja. Recebeu o título de Cidadão Piracicabano em dezembro de 1968. No ano seguinte, a Medalha do Centário de Piracicaba, como reconhecimento pelo trabalho pastoral.

É licenciado em Filosofia pela Universidade de Mogi das Cruzes. Em 5 de fevereiro de 2006 encerrou o ofício na Paróquia de São José, onde continua exercendo seu ministério sacerdotal como pároco emérito e vigário paroquial.



Texto:  Assessoria parlamentar Lucas Lima (estagiário)


Tópicos: HomenagemPedro Kawai

Notícias relacionadas