PIRACICABA, DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

30 DE OUTUBRO DE 2017

Escola do Legislativo ganha reforço estrutural com criação de conselho


“Esse ano a Escola cumpriu um forte papel na promoção de cidadania”, salienta Nancy Thame (PSDB), vereadora e diretora da Escola



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (1 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (2 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) (3 de 3) Salvar imagem em alta resolução
Foto: Lucas do Nascimento Machado (estagiário) Salvar imagem em alta resolução

O Conselho da Escola do Legislativo criado pela Mesa Diretora em julho desse ano se reuniu, pela primeira vez, na tarde de sexta-feira (27), para deliberar sobre a avaliação das ações pedagógicas e estruturais de 2017 e propor uma nova programação de cursos, oficinas, palestras e fóruns para 2018.

“Esse ano a Escola cumpriu um forte papel na promoção de cidadania”, salienta Nancy Thame (PSDB), vereadora e diretora da Escola do Legislativo.Ela avalia que, com a criação do Conselho, a Escola do Legislativa ganha um reforço para as atividades previstas para o próximo ano. “Iremos agendar nova reunião de planejamento estratégico para o desenvolvimento pedagógico focados nos três eixos: educação para cidadania, difusão cultural, capacitação de lideranças e atualização do corpo técnico”, destaca.

O Conselho da Escola do Legislativo é integrado pela diretora, Nancy Thame; pelo vereador Pedro Kawai (PSDB), representando a Mesa Diretora; pelo advogado Mauro Rontani, assessor jurídico da Presidência do Legislativo; assim como por membros da sociedade civil e de instituições de ensino superior, como os professores, Josué Adam Lazier, coordenador de Extensão e Assuntos Comunitários da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), e Heliani Berlato dos Santos, do Departamento de Economia, Administração e Sociologia (LES) da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queiroz’ da Universidade de São Paulo).

Pedro Kawai reconheceu a importância da participação de duas grandes universidades instaladas na cidade. “Eles vieram para dar mais subsídios e ajudar na organização da Escola, que começou embrionária, cresceu e precisa de uma estrutura maior”, afirmou.

Durante a reunião foi apresentada retrospectiva do trabalho desenvolvido em 2017 (cursos, palestras, debates e fóruns), fechada nova programação de cursos ainda para esse ano, e apresentada toda a documentação da escola que dá subsidio para o seu funcionamento. 

Nancy destaca a importância de agregar conhecimentos acadêmicos e didáticos dos integrantes do conselho, uma vez que têm longa experiência com o trabalho docente e com a formação cidadã. 

ESCOLA - Prevista na Constituição Brasileira, a estrutura é voltada à promoção de atividades de ensino, pesquisa e extensão de servidores públicos, agentes políticos, lideranças comunitárias e cidadãos. Em Piracicaba, foi criada pelo decreto legislativo 63, de dezembro de 2014, do então vereador João Manoel dos Santos, mas o funcionamento iniciou em janeiro deste ano, quando o presidente, vereador Matheus Erler, definiu a estrutura organizacional, com a direção da vereadora Nancy Thame (PSDB), coordenadoria de Fábio Bragança e secretaria de Fernanda Micossi. 

A primeira atividade da Escola ocorreu em janeiro, com a aula-magna do professor Roberto Lamari, advogado e fundador do órgão na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e na Câmara Municipal de São Paulo, e pelo professor de Direito Ambiental, Paulo Affonso Leme Machado.

AVALIAÇÃO – No mês de julho, o levantamento da Escola do Legislativo apontou aprovação de 95% dos participantes dos cursos e palestras promovidos nos três primeiros meses de atuação (entre abril e o final de junho), quando houve 781 inscritos de 36 cidades em 18 cursos e palestras. 

Os dados foram fornecidos pelos participantes, que preencheram, ao final de cada atividade, uma ficha de avaliação. O índice de 95% equivale à classificação como bom/excelente, num questionário que traz ainda as opções péssimo, ruim, regular e não opinou, que somam os outros 5%. 

A avaliação positiva está relacionada ao conteúdo das aulas, qualidade das instalações, processo de inscrição, atendimento, recursos audiovisuais, carga horária e divulgação dos eventos. 

CURSO TÉCNICO – A Escola do Legislativo em parceria inédita com o Centro Paula Souza, por meio da ETEC Coronel Febeliano da Costa, abriu o primeiro curso técnico do interior do Estado de São Paulo. Focado em gestão pública e noções jurídicas da área, o cronograma tem duração de um ano e meio, com aulas de segunda a sexta-feira, das 19h às 23h.



Texto:  Assessoria parlamentar
Revisão:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337


Tópicos: Escola do LegislativoNancy Thame

Notícias relacionadas