PIRACICABA, SEGUNDA-FEIRA, 9 DE DEZEMBRO DE 2019
Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

03 DE DEZEMBRO DE 2019

Coronel Adriana reforça pedido de corte de árvore no Morada do Sol


Vereadora é autora do requerimento 965/2019



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Moradores do bairro procuraram a parlamentar



De autoria da vereadora Adriana Cristina Sgrigneiro Nunes, a Coronel Adriana (CID), o requerimento 965/2019 foi aprovado na noite desta segunda-feira (2), na 72ª reunião ordinária. Por meio da propositura, a parlamentar solicita informações do Executivo sobre a programação para o serviço de corte da árvore localizada na rua Carolina Molon Neme, em frente ao número 100, no bairro Morada do Sol.

A vereadora cita que representantes da Escola Municipal Getúlio Dornelles Vargas solicitaram o corte da árvore pelo Serviço de Atendimento à População (via telefone 156), o que deu origem ao protocolo de número 62537.

“Tal solicitação deve-se ao fato de que as raízes da árvore em questão estão danificando a calçada, o que dificulta o caminhar pelo local e coloca em risco a integridade física das pessoas, uma vez que pode ocasionar acidentes, principalmente com estudantes e idosos, devido ao risco de queda e pelo fato que parte dos populares, inclusive cadeirantes, se veem obrigados a transitar no entorno da via, com potencial de atropelamentos”, adverte.

De acordo com a Coronel Adriana, a solicitação dos munícipes é de 11 de abril de 2019 e até o momento o serviço ainda não foi realizado. Os munícipes entraram em contato com seu gabinete para solicitar a intervenção com o Executivo. “Em contato com a Sedema não obtivemos resposta se o pedido está na programação da empresa responsável, o que torna necessário cobrar respostas para que possamos comunicar a população sobre as melhorias para seus bairros e contribuir para a credibilidade no exercício das funções que nos competem”, disse.

A vereadora quer saber se o serviço de corte de árvore no local consta como deferido ou indeferido. Se deferido, ela pergunta qual a previsão para o atendimento da solicitação, inclusive do serviço de destocamento e retirada das raízes da árvore. Se não foi deferido, qual solução será dada ao problema.

Ela também questiona se há possibilidade de na área ser plantada uma nova árvore cuja raiz não corra o risco de quebrar o calçamento, para que ainda assim se tenha uma área de sombra no local.



Texto:  Ana Caroline Lopes
Supervisão de Texto e Fotografia: Valéria Rodrigues - MTB 23.343
Revisão:  Rodrigo Alves - MTB 42.583


Tópicos: LegislativoAdriana Nunes

Notícias relacionadas