PIRACICABA, TERÇA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2017 Aumentar tamanho da letra
Página inicial  /  Webmail

12 DE SETEMBRO DE 2017

Conselho de Farmácia critica cursos EAD na área de saúde


Luciana Canetto Fernandes, do CRF São Paulo, ocupou a tribuna durante a reunião ordinária desta segunda-feira (11)



EM PIRACICABA (SP)  

Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946 Salvar imagem em alta resolução

Luciana ocupou a tribuna da Câmara nesta segunda-feira (11)




Integrante do CRF (Conselho Regional de Farmácia) São Paulo, Luciana Canetto Fernandes repudia o Decreto 9.057/2017 e a Portaria 11, ambas do Ministério da Educação (MEC), que autorizam cursos na área de saúde em modalidade EAD (Ensino À Distância). Ela ocupou tribuna popular da Câmara de Vereadores de Piracicaba nesta segunda-feira (11).

“Venho solicitar o apoio aos nobres vereadores para que aprovem a moção de repúdio 119/2017, que será encaminhada ao MEC”, disse. Ela reforçou a posição contrária do conselho estadual, sob a análise de que a modalidade pode oferecer na formação dos profissionais da saúde e risco à sociedade.

“EAD é cabível em muitos casos, não na área de saúde, que só não aprova o curso de farmácia em 100%, mas aprova enfermagem, nutrição, fisioterapia, educação física, entre outros cursos”, enfatizou. Luciana enfatizou que a sociedade não pode ir com segurança numa farmácia, onde o farmacêutico nunca pisou em um laboratório de manipulação.

Ela também refletiu que as medidas do MEC perdem força na fiscalização. “Serão criados polos de educação, que não terão fiscalização direta do ministério, a não ser que ocorra uma denúncia”, disse Luciana.



Texto:  Erich Vallim Vicente - MTB 40.337
Imagens de TV:  TV Câmara


Tópicos: Legislativo

Notícias relacionadas